Páginas

Loading...

segunda-feira, 26 de abril de 2010

PERSONAGENS BÍBLICOS DE A-Z








HOMENS

AARÁ: Filho de Benjamim, I Cr 8.1.
AAREL: Filho de Harum, da tribo de Judá , I Cr 4.8.
AASBAI: Um maocatita, pai de Elifelete, II Sm 23.34.
ABÃ: Filho de Abisur da tribo de Judá, I Cr 2.29.
ABAGTA: Um dos sete camareiros do rei Assuero, Et 1.10.
ABDA: Servo de Jeová: 1. O pai de Adonirão, I Rs 4.6. ---- 2. O filho de Samuá, Ne 11.17.
ABDEEL: Servo de Deus: O pai de Selamias, Jr 36.26.
ABDI: Meu servo. 1. Avô de Etã. Cantor, I Cr 6.44. ----- 2. Pai de Quis, II Cr 29.12. ----- 3. Judeu casado com mulher estrangeira, Ed 10.26.
ABDIEL: Servo de Deus: Um descendente de Gade, I Cr 5.15.
ABDOM:Servil: 1. O décimo- segundo dos juízes, Jz 12.13-15.---- 2. Terceiro filho de Sasaque, I Cr 8.23.---- 3. Primogênito de Jeiel, I Cr 8.30; 9.35,36.---- 4. Filho de Mica, contemporâneo do rei Josias, II Cr 34.20
ABEDE-NEGO: Servo de Nego ou Nebo, um deus da sabedoria. Nome dado a Azarias, um dos três companheiros de Daniel, Dn 1.7. Ver Hb 11.33,34.
ABEL: Transitório. Filho de Adão e Eva, Gn 4. 2. Hb 11.4. Hb 12.18-25.
ABIAIL: Pai da força, 1. Nm 3.35.----2. I Cr 2.29. ----3. I Cr 5.14.----4. II Cr 11.18.----5. Et 2.15. tio de Mardoqueu
ABIAS: Jeová é meu Pai. 1. Filho de Jeroboão, I Re 14.1. ----2. Filho de Reoboão, I Cr 3.10. ---3. Filho de Samuel, I Cr 6.28. ----4. Filho de Béquer, I Cr 7.8.---5. Descendente de Aarão. I Cr 24. 10.----6. Um dos sacerdotes que selaram o concerto. Ne 10.7
ABIASAFE: Filho de Corá, Ex 6.24
ABIATAR: Pai da abundância: O décimo primeiro sumo sacerdote. Filho de Aimeleque, I Sm 22.20.
ABIDA: Pai de ciência: Um neto de Abraão, Gn 25.4
ABIDÃ: Meu pai é juiz: Capitão da tribo de Benjamim no deserto. Nm 1.11.
ABIEL: Deus é meu pai. 1. Pai de Quis e de Ner, e avô de Saul e Abner. I Sm 9. 1; 14.51.----2. Valente de Davi, I Cr 11.32.
ABIEZER: Meu pai é auxilio: 1. Bisneto de Manasses, Js 17.2.----2. Um valente de Davi. II Sm 23.27.
ABIEZRITA: Um da família de Abiezer. Jz 6.11, 24, 34; 8.2.
ABIMAEL: Pai de Mael. Filho de Joctã. Gn 10.28,29.
ABIMELEQUE: Pai dum rei. 1. Rei de Gerar no tempo de Abraão, Gn 20.1-18.----2. Rei de Gerar no tempo de Isaque, Gn 26.1-31.----3. Abimeleque, Sl 34, titulo.----4. Um dos filhos de Gideão e o sexto juiz de Israel. Jz 8. 30,31; 9.1.----5. Sacerdote no tempo de Davi; descendente de Itamar e Eli e filho de Abiatar. I Cr 18.16
ABINADABE: Meu pai é nobre. 1. Israelita de Quiriate-Jearim que guardou em casa a arca do Senhor durante 20 anos. I Sm 7.1,2.----2. Segundo filho de Jessé e irmão de Davi. I Sm 16.8; 17.13.----3. Filho de Saul, I Sm 31.2.
ABINOÃO: Pai da doçura: Pai de Baraque vencedor de Jabim. Jz 4.6; 5.1
ABIRÃ, ABIRÃO: Meu pai é elevação. 1. Conspirador junto com Core e Data, contra Moises e Arão, Nm 16.1; 26.9; Dt 11.6; Sl 106.17.----2. Filho de Heil que reedificou a Jericó, I Rs 16.34. Conf. Js 6.26.
ABISAI: Meu pai é Jessé. Filho de Zeruia, irmã de Davi, e irmão de Joabe, comandante e chefe do exército de Davi, II Sm 2.18.
ABISUA: Pai de felicidade. Descendente de Levi, filho de Fineias. I Cr 6.4. ----2. Quarto filho de Belá, e neto de Benjamim. I Cr 8.4.
ABISUR: Meu pai é uma parede. Filho de Samai e neto de Onã. I Cr 2.28.
AITUBE: Pai de benignidade. Um benjamita. Filho de Saaraim com Husim. I Cr 8.11.
ABIÚ: Meu pai é Deus. O segundo filho de do sumo sacerdote Arão. Ex 6.23.
ABIÚDE: Pai de majestade. 1.Terceiro filho de Bela, e neto de Benjamim, I Cr 8.3.---2. Um dos ascendentes da genealogia de Jesus,por parte de seu pai terrestre José. Mt 1.13.
ABNER: Meu pai é uma lâmpada. Filho de Ner, primo de Saul e comandante do exército de Saul, I Sm 14.51; II Sm 2.8.
ABRAÃO: Pai de uma grande nação. Patriarca, descendente de Sem. Pai de Ismael e de Isaque. Gn 17.5
ABRÃO: Pai exaltado. Filho de Terá de Hur dos caldeus. Gn 11.26. Recebeu a chamada do Senhor. Gn 12.1.
ABSALÃO: Meu pai é paz. Terceiro filho de Davi. Sua mãe era Maaca, filha de Talmai, rei de Gesur, II Sm 3.2.
ACÃ: Perturbador de Israel. 1. Filho de Eser, descendente de Esaú. Gn 36.27.----2. Culpado do pecado de Israel na tentativa de conquista de Jericó. Js 7.1; 6.18, I Cr 2.7.
ACABE: Irmão do pai. 1. Filho de Onri.e o sétimo rei de Israel. I Re 16.29. Marido de Jezabel. I Re 16.31,33.---- 2. Filho de Colaías. Assado no fogo, junto com Zedequias, por Nabucodonozor, por profetizar falsamente em nome do Senhor. Jr 29.21-23.
ACAZ: Possuidor. 1. O undécimo rei de Judá. Filho do rei Jotão. II Re 16.1.----Um dos ascendentes da genealogia de Jesus, por parte de seu pai terrestre José. Mt 1.9.---Bisneto de Jônatas, I Cr 8.35.
ACAZIAS: De quem Jeová é senhor. 1. O oitavo rei de Israel. Filho de Acabe e Jezabel, I Re 22.40.----2. O sexto rei de Judá; sobrinho de Acazias, rei de Israel; neto de Acabe e Jezabel. II Re 8.26,27; 8.18.
ACBOR: Camundongo. 1.Pai de Baal-Hanã, Gn 36.39.----2. Mensageiro no tempo do rei Josias, filho de Micaías. II Re 22.12.
ACUBE: 1.Quarto filho de Elioenai, descendente de Zorobabel, I Cr 3.24.----2. Levita e porteiro no templo. I Cr 9.17.
ADAÍAS: O SENHOR adornou. 1. Sétimo filho de Simei, I Cr 8.21.----2.Um cantor levita, I Cr 6.41



MULHERES

ABIA: Mulher de Hezrom, mãe de Asur , pai de Tecoa. I Cr 2.24.
ABIGAIL: Meu pai é alegria. 1. Mulher sábia e prudente, foi esposa de Nabal, e depois de Davi, I Sm 25. 3, 40-42. ----2. Irmã de Davi e mãe de Amasa, capitão do exército de Davi, I Cr 2.16,17; II Sm 17.25. ----3. Mãe do segundo filho de Davi, Quileabe, II Sm 3.3.
ABISAGUE: Meu pai foi homem errante: A jovem sunamita, “formosa”, que aquecia ao rei Davi, quando o mesmo estava idoso I Rs 1.1-4. Uma das causas da morte de Adonias, I Rs 2. 13-25.
ABITAL: Meu pai é orvalho. Uma das mulheres de Davi. II Sm 3.4.
ACSA: Tornozeleira. Filha de Calebe. Js 15.16. Casou-se com Otoniel, sobrinho de Calebe, que foi um dos juizes de Israel. V.17.
ADA: Beleza, 1. Uma das mulheres de Lameque, Gn 4.19.----2. Filha de Elom, heteu, e uma das mulheres de Esaú, Gn 36.2.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

FOTOS DO EVANGELISMO DIA DA BÍBLIA DE 2009

EM 13 DE DEZEMBRO COMEMORAMOS O DIA DA BÍBLIA COM UM CULTO AO AR LIVRE, EVANGELISMO, EXPOSIÇÃO DE BÍBLIAS.
NESTE EVENTO, REALIZADO EM FRENTE AO ESPAÇO EVANGELÍSTICO SENHOR DA SEARA, CONTAMOS COM A COOPERAÇÃO DA IGREJA BATISTA EBENEZER, NA PESSOA DO PASTOR LUIS E O GRUPO DE LOUVOR; COM O PASTOR MISSIONÁRIO COSME; A IRMÃ KÁTIA LÚCIA (MINISTÉRIO EDIFICAR); OBREIRA WAL E MICHELE (IGREJA RENOVADA EM CRISTO JESUS); IRMÃ KARINE (PIB INHAÚMA); IRMÃS RAIMUNDA, MARLENE, RAQUEL E JUPIARA. (IGREJA DEUS VIVO).
FOI REALIZADO EVANGELISMO NO PAM DE DEL CASTILHO E NAS REDONDEZAS, ONDE RECOLHEMOS CERCA DE 200 NOMES PARA ORAÇÃO.
AO FINAL TIVEMOS ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO À DEUS POIS, ATÉ ALGUNS MINUTOS ANTES DO INÍCIO DO EVENTO CHOVIA, ENTRETANTO ÁS 15HS A CHUVA PAROU.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Lançando-se nos braços do PAI

10 Em ti confiarão os que conhecem o teu nome; porque tu, SENHOR, nunca desamparaste os que te buscam.
COMO ALCANÇAR A SALVAÇÃO

»ATOS 16

CONVERSÃO DO CARCEREIRO
27 E, acordando o carcereiro, e vendo abertas as portas da prisão, tirou a espada, e quis matar-se, cuidando que os presos já tinham fugido.28 Mas Paulo clamou com grande voz, dizendo: Não te faças nenhum mal, que todos aqui estamos.29 E, pedindo luz, saltou dentro e, todo trêmulo, se prostrou ante Paulo e Silas.30 E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?31 E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa(TEMA DA CAMPANHA DA SALVAÇÃO DA FAMÍLIA).32 E lhe pregavam a palavra do Senhor, e a todos os que estavam em sua casa.33 E, tomando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes os vergões; e logo foi batizado, ele e todos os seus.34 E, levando-os à sua casa, lhes pôs a mesa; e, na sua crença em Deus, alegrou-se com toda a sua casa.35 E, sendo já dia, os magistrados mandaram quadrilheiros, dizendo: Soltai aqueles homens.36 E o carcereiro anunciou a Paulo estas palavras, dizendo: Os magistrados mandaram que vos soltasse; agora, pois, saí e ide em paz.37 Mas Paulo replicou: Açoitaram-nos publicamente e, sem sermos condenados, sendo homens romanos, nos lançaram na prisão, e agora encobertamente nos lançam fora? Não será assim; mas venham eles mesmos e tirem-nos para fora.38 E os quadrilheiros foram dizer aos magistrados estas palavras; e eles temeram, ouvindo que eram romanos.39 E, vindo, lhes dirigiram súplicas; e, tirando-os para fora, lhes pediram que saíssem da cidade.40 E, saindo da prisão, entraram em casa de Lídia e, vendo os irmãos, os confortaram, e depois partiram.
»II CRÔNICAS 6·
SALOMÃO ABENÇOA O POVO E LOUVA A DEUS1 ENTÃO falou Salomão: O SENHOR disse que habitaria nas trevas.2 E eu te tenho edificado uma casa para morada, e um lugar para a tua eterna habitação.3 Então o rei virou o seu rosto, e abençoou a toda a congregação de Israel, e toda a congregação de Israel estava em pé.4 E ele disse: Bendito seja o SENHOR Deus de Israel, que falou pela sua boca a Davi meu pai; e pelas suas mãos o cumpriu, dizendo:5 Desde o dia em que tirei a meu povo da terra do Egito, não escolhi cidade alguma de todas as tribos de Israel, para edificar nela uma casa em que estivesse o meu nome; nem escolhi homem algum para ser líder do meu povo, Israel.6 Porém escolhi a Jerusalém para que ali estivesse o meu nome; e escolhi a Davi, para que estivesse sobre o meu povo Israel.7 Também Davi meu pai teve no seu coração o edificar uma casa ao nome do SENHOR Deus de Israel.8 Porém o SENHOR disse a Davi, meu pai: Porquanto tiveste no teu coração o edificar uma casa ao meu nome, bem fizeste de ter isto no teu coração.9 Contudo tu não edificarás a casa, mas teu filho, que há de proceder de teus lombos, esse edificará a casa ao meu nome.10 Assim confirmou o SENHOR a sua palavra, que falou; porque eu me levantei em lugar de Davi meu pai, e me assentei sobre o trono de Israel, como o SENHOR disse, e edifiquei a casa ao nome do SENHOR Deus de Israel.11 E pus nela a arca, em que está a aliança que o SENHOR fez com os filhos de Israel.·
A ORAÇÃO DE SALOMÃO
12 E pôs-se em pé, perante o altar do SENHOR, na presença de toda a congregação de Israel, e estendeu as suas mãos.13 Porque Salomão tinha feito uma plataforma de metal, de cinco côvados de comprimento, de cinco côvados de largura e de três côvados de altura, e a tinha posto no meio do pátio, e pôs-se em pé sobre ela, e ajoelhou-se em presença de toda a congregação de Israel, e estendeu as suas mãos para o céu.14 E disse: Ó SENHOR Deus de Israel, não há Deus semelhante a ti, nem nos céus nem na terra; que guardas a aliança e a beneficência aos teus servos que caminham perante ti de todo o seu coração.15 Que guardaste ao teu servo Davi, meu pai, o que lhe falaste; porque tu pela tua boca o disseste, e pela tua mão o cumpriste, como se vê neste dia.16 Agora, pois, SENHOR Deus de Israel, guarda ao teu servo Davi, meu pai, o que falaste, dizendo: Nunca homem algum será cortado de diante de mim, que se assente sobre o trono de Israel; tão-somente que teus filhos guardem seu caminho, andando na minha lei, como tu andaste diante de mim.17 E agora, SENHOR Deus de Israel, cumpra-se a tua palavra, que disseste ao teu servo Davi.18 Mas, na verdade, habitará Deus com os homens na terra? Eis que os céus, e o céu dos céus, não te podem conter, quanto menos esta casa que tenho edificado?19 Atende, pois, à oração do teu servo, e à sua súplica, ó SENHOR meu Deus; para ouvires o clamor, e a oração, que o teu servo faz perante ti.20 Que os teus olhos estejam dia e noite abertos sobre este lugar, de que disseste que ali porias o teu nome; para ouvires a oração que o teu servo orar neste lugar.21 Ouve, pois, as súplicas do teu servo, e do teu povo Israel, que fizerem neste lugar; e ouve tu do lugar da tua habitação, desde os céus; ouve pois, e perdoa.22 Quando alguém pecar contra o seu próximo, e lhe impuser juramento de maldição, fazendo-o jurar, e o juramento de maldição vier perante o teu altar, nesta casa,23 Ouve tu, então, desde os céus, e age e julga a teus servos, condenando ao ímpio, retribuindo o seu proceder sobre a sua cabeça; e justificando ao justo, dando-lhe segundo a sua justiça.24 Quando também o teu povo Israel for ferido diante do inimigo, por ter pecado contra ti, e eles se converterem, e confessarem o teu nome, e orarem e suplicarem perante ti nesta casa,25 Então, ouve tu desde os céus, e perdoa os pecados do teu povo Israel; e torna a levá-los à terra que lhes tens dado e a seus pais.26 Quando os céus se fecharem, e não houver chuva, por terem pecado contra ti, e orarem neste lugar, e confessarem teu nome, e se converterem dos seus pecados, quando tu os afligires,27 Então, ouve tu desde os céus, e perdoa o pecado de teus servos, e do teu povo Israel, ensinando-lhes o bom caminho, em que andem; e dá chuva sobre a tua terra, que deste ao teu povo em herança.28 Quando houver fome na terra, quando houver peste, quando houver queima de seara, ou ferrugem, gafanhotos, ou lagarta, cercando-a algum dos seus inimigos nas terras das suas portas, ou quando houver qualquer praga, ou qualquer enfermidade,29 Toda a oração, e toda a súplica, que qualquer homem fizer, ou todo o teu povo Israel, conhecendo cada um a sua praga, e a sua dor, e estendendo as suas mãos para esta casa,30 Então, ouve tu desde os céus, do assento da tua habitação, e perdoa, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, segundo conheces o seu coração (pois só tu conheces o coração dos filhos dos homens),31 A fim de que te temam, para andarem nos teus caminhos, todos os dias que viverem na terra que deste a nossos pais.32 Assim também ao estrangeiro, que não for do teu povo Israel, quando vier de terras remotas por amor do teu grande nome, e da tua poderosa mão, e do teu braço estendido, vindo eles e orando nesta casa;33 Então, ouve tu desde os céus, do assento da tua habitação, e faze conforme a tudo o que o estrangeiro te suplicar; a fim de que todos os povos da terra conheçam o teu nome, e te temam, como o teu povo Israel; e a fim de saberem que pelo teu nome é chamada esta casa que edifiquei.34 Quando o teu povo sair à guerra contra os seus inimigos, pelo caminho que os enviares, e orarem a ti para o lado desta cidade que escolheste, e desta casa, que edifiquei ao teu nome,35 Ouve, então, desde os céus a sua oração, e a sua súplica, e faze-lhes justiça.36 Quando pecarem contra ti (pois não há homem que não peque), e tu te indignares contra eles, e os entregares diante do inimigo, para que os que os cativarem os levem em cativeiro para alguma terra, remota ou vizinha,37 E na terra, para onde forem levados em cativeiro, caírem em si, e se converterem, e na terra do seu cativeiro, a ti suplicarem, dizendo: Pecamos, perversamente procedemos e impiamente agimos;38 E se converterem a ti com todo o seu coração e com toda a sua alma, na terra do seu cativeiro, a que os levaram presos, e orarem para o lado da sua terra, que deste a seus pais, e para esta cidade que escolheste, e para esta casa que edifiquei ao teu nome,39 Ouve, então, desde os céus, do assento da tua habitação, a sua oração e as suas súplicas, e executa o seu direito; e perdoa ao teu povo que houver pecado contra ti.40 Agora, pois, ó meu Deus, estejam os teus olhos abertos, e os teus ouvidos atentos à oração deste lugar.41 Levanta-te, pois, agora, SENHOR Deus, para o teu repouso, tu e a arca da tua fortaleza; os teus sacerdotes, ó SENHOR Deus, sejam vestidos de salvação, e os teus santos se alegrem do bem.42 Ó SENHOR Deus, não faças virar o rosto do teu ungido; lembra-te das misericórdias de Davi teu servo.

"um ao outro ajudou e a seu companheiro disse: esforça-te. É uma mensagem que deve ser usada para encorajar os crentes?